domingo, 30 de outubro de 2011

POR UMA NOVA REFORMA


Mais um 31 de outubro chegou! Não se preocupem, queridos leitores, não vou aqui comemorar o tão comentado dia das bruxas... Na verdade, 31 de outubro comemora-se o aniversário da Reforma Protestante! Não tem como quem gosta de ter sua Bíblia em mãos para lê-la e estudá-la não ficar feliz com essa data. Lutero, naquela data, foi contra todos e revolucionou...

Fato é que a reforma não teve só coisas boas, porque muita gente não entendeu o real significado das mudanças. Mas não quero entrar nesse mérito. O que quero tratar com você, amigo, é sobre uma nova reforma.

Não gostaria de estar escrevendo isso, mas está difícil vermos protestantes nos dias atuais. Você deve estar me perguntando: “Ué Luiz, mas em todo canto tem uma igreja evangélica... como você não vê protestantes?” Eis aí o problema: igrejas espalhadas por todo o Brasil, quase uma em cada esquina, mas muitas sem a Cruz. Virou moda dizer-se evangélico. Ora mais, o público tem aumentado. É um importante grupo social e excelente mercado consumidor. Os evangélicos estão se perdendo na religião...

Tenho até medo de dizer que sou evangélico às vezes... As pessoas podem me estigmatizar como um fanático, como um tolo que dá dinheiro pro pastor enriquecer, como uma pessoa que quer resolver seus problemas terrenos... são tantos estigmas que esse nome traz que não vale a pena cansar a leitura dos senhores...

Negociando com Deus, louvando o próprio ego, pisando na Cruz de Cristo, teologia da prosperidade, restituição, salvação por mérito próprio, cópia do mundo... Analisando a igreja “evangélica” atual só podemos concluir que está bem longe de Cristo, sem o foco na Bíblia e que precisa de uma Reforma urgentemente!

Não se preocupe que não vou dizer que vou abrir uma igreja perfeita, mais uma denominação... Sinceramente, acredito que isso não funciona. As igrejas, no sentido institucional da palavra, são compostas por homens, falhos e fadados ao erro. Não haverá nunca uma igreja perfeita.

A reforma deve acontecer dentro de cada igreja, no sentido que Cristo falou para nós. Igreja é gente, e não lugar. A igreja somos eu e você. A reforma deve acontecer dentro de nós. Um verdadeiro arrependimento. Uma verdadeira conversão. Um verdadeiro amor por Cristo. Um verdadeiro reconhecimento do mérito único de Cristo que nos dá a salvação. Um verdadeiro reconhecimento que a cruz foi suficiente. Um verdadeiro reconhecimento que Deus não nos deve nada. Por sua graça, Ele nos enche de amor e presentes todos os dias, sem nenhum mérito nosso.

Precisamos valorizar a Bíblia, como Palavra de Deus, viva e eficaz, mais atual do que nunca. Precisamos fechar nossos olhos para o material e contemplarmos o espiritual. Tirar os olhos das coisas terrenas e focar no céu. Pensar nas coisas de cima. Viver esperando a Glória. Andar aqui na terra como verdadeiros filhos de Deus, falando, agindo, pensando, tocando como se fosse o próprio Jesus.

Você realmente acha que o mundo não deseja isso? Você realmente acha que Deus nos fez para focarmos em nós? Você acredita que a religião é a solução? Se suas respostas forem sim, te encorajo a rever seus conceitos à luz da Bíblia.

A reforma deve acontecer urgentemente, em cada coração, para que o mundo possa ter a resposta de Deus através de bons exemplos, através de verdadeiros cristãos. Na verdade, se seguirmos de perto a Cristo, como está em sua palavra, seremos verdadeiros cristãos.

O mérito é dEle!
O pecado era nosso!
O castigo era meu e seu!
A cruz foi dEle!
A vida vem dEle!
A salvação só vem por Ele!
A Bíblia é a verdade!

Reforme sua mente! Seja um verdadeiro CRISTÃO!

“Não vos conformeis com esse mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que possais experimentar qual seja a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.” (Rm 12.2)

Por Luiz Pereira
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário