sexta-feira, 17 de junho de 2011

HISTÓRIA DAS MISSÕES NO ESTADO DO CEARÁ



1972 – A visão missionária transcultural da Assembleia de Deus no Ceará tem início no ano de 1972, quando o saudoso Pr. Emiliano Ferreira da Costa voltava de Seul – Coréia do Sul. Ao chegar a Fortaleza compartilhou sua visão com a igreja. Após orar, seu dedo percorreu o mapa mundi, parando sobre a Bolívia. Como fruto desta visão, em 1976, o pastor João de Castro Lima e Silva foi enviado com a família para a Bolívia, onde permaneceu até o ano de 2003. Na década de 70 até 1981 a administração de missões transculturais fica sob a liderança do Pr. Antônio Filho.
19 de julho de 1982 “houve um silêncio” depois da missão para a Bolívia, até o ano de 1982, quando a Convenção Assembleiana firma o primeiro documento no que tange às missões, enviando o Pr. Francisco D´Paulo Ribeiro e família para a Argentina; e o Pr. Francisco Bezerra (in memorian) seguiu com sua família para o Paraguai. Neste mesmo ano é criada oficialmente, a Secretaria de Missões, sob administração do Pastor Pedro Ribeiro. 
1987 - Por necessidade de trabalho, e por intermédio do Pr. Fco. D´Paulo, ocorrem duas reuniões decisivas, a primeira, com a liderança durante a Convenção Geral e a segunda com a AD Templo Central, visando estabelecer uma Secretaria para gerenciar o trabalho de missões, que até aquele momento era administrado pela diretoria da Convenção. Naquela ocasião é criado Exército Missionário Ceifeiros da Última Hora, assume este processo o Ev. José Alberto Paiva (In Memória).
31 de julho de 1987 – Na gestão presidencial do pastor Sebastião Mendes Pereira, foi fundado, pelo então missionário pastor D´Paulo Ribeiro, o grande Exército Missionário Ceifeiros da Última Hora (EMCUH), bem como foram implantados os cultos de missões, nas congregações em Fortaleza. Tais iniciativas faziam parte de um mesmo projeto para autosustento dos missionários já existentes.
Ainda em 1987 É enviado ao Paraguai o pastor Eliackim Rodrigues e família, que substituem ao pastor Francisco Bezerra, naquele amado país, até o ano de 1990, quando retornam ao Brasil para serem enviados, em nova missão transcultural, a São Tomé e Príncipe, no continente africano. Pastor Eliackim, após desenvolver um bom trabalho, retorna ao Brasil, em 1993.
1993 – Com a ajuda de Deus, o trabalho cresce já com o título de Agência Cearense de Missões Transculturais ACMI. 
1995 – Envio das jovens missionárias Aila Maria e Dulce para a Índia. Janice Gomes para Porto Velho. Elisabete Saraiva para Moçambique. O jovem missionário Alexandre Magno para o Equador. O pastor Jailton e família para o Paraguai e, logo após, o casal missionário Maurício e Elza para iniciar o trabalho em Luque, Paraguai.
Nesse período, o secretário de missões já era Evangelista José Alberto Paiva. Este homem de Deus e de fé permanece na nossa lembrança por sua intensa luta pela obra de missões, e pelo inseparável jargão: “Missão está no coração de Deus”.
Julho de 1997 – Seis meses depois da morte do evangelista José Alberto, o presbítero Francisco Paixão Bezerra Cordeiro, supervisor da congregação em Jardim Petrópolis, após regressar de uma Cruzada Evangelística no Paraguai, é convocado, por Deus, para a honrosa missão de ser o Secretário Executivo de Missões das Assembleias de Deus do Ceará. Logo após assumir o cargo de Secretário Executivo de Missões, o pastor Francisco deu um perfil mais dinâmico para a Sec. de Missões.
1997-A ACMI (Agência Cearense de Missões Internacionais) torna-se ACEMT (Agência Cearense de Missões Transculturais) por motivo de já existir outra instituição com esse nome, e após algumas reformas, a secretaria assume outro nome: SEMEC Secretaria de Missões do Estado do Ceará.
1998 – Impulsionada pelo Espírito Santo, a SEMEC avança e, em 1998 envia mais três missionários ao campo transcultural. Maria Betânia para Moçambique, Francisco Vieira para Cabo Verde e Salete Pinheiro para Senegal.
1998 - Início da igreja na Venezuela, com os Mis. Elivando e Airton.
1999 – Durante a 59ª Convenção das Assembleias de Deus do Ceará, a COMEADEC, a Secretaria de Missões é reconhecida como órgão oficial da COMEADEC Convenção Geral das Assembleias de Deus do Ceará, assumindo o seu nome definitivo de SEMADEC – Secretaria de Missões da Assembleia de Deus do Estado do Ceará, conforme Regimento Interno.
Dando continuidade a obra, recepciona a missionária Áurea Gomes, que estava agregada a um projeto da SENAMI, chamado Projeto Boneka, na Índia, a qual permaneceu como missionária até o final do ano de 2003. Neste mesmo ano, a jovem Norma é enviada para a Austrália, em Sidney, para efetuar um trabalho específico com mulheres muçulmanas, onde permanece, até hoje, auxiliando em uma Igreja de um pastor iraniano.
Fevereiro de 1999 – Envio da missionária Norma à Austrália. E, ida dos missionários Eduardo, Elias & Ruth ao treinamento de estudos interculturais “Projeto Janela 10-40 e além: Uma Missão Radical”, da Missão Horizontes onde trabalharam durante 3 anos no Níger e no Egito, respectivamente. No final deste ano, também se integraram a SEMADEC, a missionária Abadia (em saudosa lembrança) e seu esposo Wilson, os quais atuaram como promotores de missões na Regional Sul até o início de 2006.
2000 - A SEMADEC, respaldada no seu regimento Interno, estende sua atuação ao Interior do Estado, implantando o Projeto Regionais Pastorais através dos missionários João Batista, José Ricardo (In memória), Ana Célia, José Wilson e Abadias.
Nesse ano se dá a implantação da Igreja em Munique, na Alemanha, com os missionários Everaldo e Erotildes e envio do missionário Alexandre aos EUA. Nesse ano se integra ao quadro de apoio da SEMADEC o Ev. Marcos Coelho e Silvia. 
2001 - O missionário João Batista é enviado ao Marrocos com apoio da AD Mesejana. Os missionários Elias e Ruth e Eduardo Fernandes e Valdirene são recebidos oficialmente pela SEMADEC, estando trabalhando respectivamente, no Egito e no Níger/África. Nesse mesmo ano a SEMADEC recebe Maryvone, recém chegada do Betel Brasileiro. Assumiu, nesse ano, como representante de missões no Templo Central , a irmã Jane Pedroza.  
2004 - A SEMADEC investe na estruturação dos Setores em Fortaleza, realizando a 1ª Oficina de Treinamento para representantes de missões e envia os missionários Salete e Erasmo ao Senegal. 
2005 - São enviados ao Senegal para trabalharem no Projeto África no estabelecimento da Base Missionária, os mis. Geraldo e Dulce. A SEMADEC realiza o 1º Fórum das Secretarias de Missões das ADs do Nordeste.
2006 - A SEMADEC promove a primeira viagem missionária ao Continente Africano, que resulta na concretização da Primeira Base Missionária da AD Ceará, com o recebimento da estrutura física da Base da Missão WEC Internacional em Ziguinchor.
2007- A SEMADEC envia os missionários Eduardo e Valdirene ao Senegal para se integrar a equipe da Base Missionária Maranata em Ziguinchor.
2009 - Miss. Marcelo e Família é enviado a Bolivia, Ev. Emilson de Castro,familia ,  Mis. Marvyo e Priscila  são enviados ao Senegal - África.
Hoje a AD Ceará tem no Campo Transcultural 22 famílias, 05 missionárias solteiras, 02 missionários solteiros, 04 missionários nativos, além da Equipe de Apoio com 07 famílias, 02 missionárias solteiras e 01 solteiro.
Por Miss. João Batista

Nenhum comentário:

Postar um comentário