quarta-feira, 14 de setembro de 2011

VISÃO DE DEUS


Provavelmente, os olhos são os principais membros do corpo. São através deles que podemos nos atentar para o que nos cerca. Como é ruim a vida de um cego. Não poder ver as cores do céu nem mesmo contemplar a sua propria face. Se formos classificar os sentidos, a visão, muito provavelmente, vai estar em primeiro lugar. É muito importante enxergarmos. Nós, como parte do Corpo de Cristo, não podemos limitar nossa visão à vida humana. O Senhor quer que a sua Igreja tenha a visão espiritual das coisas que acontecem. A visão que a Igreja tem que ter é a visão de Deus.

Visão de viver somente pra Deus, viver a vida que Ele nos deu, uma vida que não é para nós mesmos.

Visão de não se alinhar com esse mundo, nem se conformar com o presente século.

Visão de andar na contra mão do mundo, vivendo o verdadeiro Evangelho, que está longe de qualquer engano e falsificação.

Visão de ser um verdadeiro discipulo de Jesus, andando como Ele andou, vivendo como Ele viveu, amando como Ele amou, até o fim.

Visão de seguir os passos de um Mestre, maior do que qualquer filosofia ou pensamento humano.

Visão de viver em santidade, mesmo que o mundo seja mal, e esteja completamente corrompido e depravado. Com essa santidade, e somente com ela, poderemos ver a Deus.

Visão de acreditar no impossível, mesmo que tudo se mostre contrário. Visão de obedecer. Obedecendo estaremos cumprindo a vontade, andando nos trilhos, buscando a perfeição.

Visão do Amor. Amor incondicional. Amor que não faz acepção. Tendo um coração humano realmente é difícil amar como Jesus amou, por isso que devemos ter um novo coração, que ama até mesmo os inimigos.

Visão de conquista. Conquista das batalhas desta vida. Apesar de tudo, todas as guerras que enfrentamos aqui, principalmente aquelas contra o inimigo de nossas almas, não hão de se comparar à glória que um dia teremos. Que nos revistamos da armadura da fé, para vencermos.

Visão de esperança. Esperar no tempo que Deus está preparando para nós. Se tivermos esperança não viveremos ansiosos. E não devemos andar preocupados pois se nosso Pai veste tão bem os lírios do campo, que tem um tão breve curso de vida, quanto mais a nós, escolhidos para viver uma vida semelhante à dEle.

Visão da Esperança. Esperança de vida eterna, que começa quando aceitamos a Jesus, abrimos nosso coração e devolvemos nossa vida ao controle dEle. Ele um dia voltará para  nos levar à pátria preparada para nós desde a fundação do mundo. Nesta esperança é que temos paz, aguardando esse tão esplendoroso dia. Jesus Cristo é a nossa paz.

Visão de liberdade. Liberdade conquistada com sangue, um sangue carmesim vertido num madeiro por mim e por você, por todo o mundo. O véu foi rasgado e a graça derramada sobre nós. Liberdade temos para viver na plenitude da Sua vida esperando sua vinda.

Visão de Fé. Fé que move montanhas, que parece loucura para os homens, mas que assim como a mensagem da cruz, é poder de Deus. Fé em um Deus invisívil que se manifesta visivelmente em toda a criação.

Visão de luz. Pois Ele é um manancial de vida, que fez manifestar Sua luz à nós. Luz que dissipa toda treva que há nesse mundo tenebroso. Luz no fim do túnel: esperança sem fim, que nunca morre.

Visão celestial. Visão de ajuntar tesouros no céu, onde a traça não destrói, nem a ferrugem corrói e nem o ladrão pode roubar.

Visão de vitória, pois a maior vitória já foi conquistada na cruz há mais de dois mil anos. Cada cravo daquela cruz, cada uma daquelas chicotadas, toda aquela agonia foi porque Jesus tornou-se o pecado, o opróbrio do mundo para que atraísse todos a Ele, com sua ressurreição.

Visão missionária. Uma complementação da visão do amor, pois se formos movidos com o Amor de Deus, o verdadeiro amor, seremos constrangidos a levar as Boas Novas a todos os lugares desta terra. Olhar com Seus olhos, tocar com Suas mãos, abrir mão do reconhecimento humano para ser conhecido no céu, como uma Atalaia do Exército de Cristo. Evangelizando com nossas vidas. Se necessário, usando palavras. Alcançar os confins da terra é o desejo de Deus, e Ele nos comissionou para tal. Não nos deixou sós, mas nos enviou seu Consolador, o Espírito Santo, e Ele mesmo estará conosco até a consumação dos séculos.

Visão de Vida abundante. Vida abundante que está longe de mansões, carros de luxo ou fama, mas que abunda da graça divina, que é melhor que nossa própria vida. Vivendo com as virtudes do fruto do Espírito. Abrir mão deste mundo por uma pátria muito melhor, ao lado de um Salvador Eterno, cheio de amor para nos dar, para um júbilo sem fim.

Para termos a Visão de Deus devemos estar focados nEle. Você já viu alguém acertar um tiro em um alvo sem uma boa mira? Cristo deve ser o Alvo de nossas vidas e sua Palavra, nossa mira. O Deus que nos criou, que planejou nossa redenção e consumou toda a obra mesmo que não mereçamos.

Que nossos olhos estejam sempre em Deus, para nunca nos afastarmos dEle, para que não tropecemos nas pedras que estão no caminho nem nos machuquemos nos espinhos que querem nos ferir. A caminhada é difícil. É estreito o caminho, mas é só Ele que nos conduz à Vida. Só Jesus tem palavras de Vida. Que nunca abandonemos a fé.

Ponhamos nossos olhos em Deus, e Ele dissipará toda treva, nos dará alegria completa e força para a caminhada. Não nos esqueçamos que Ele é nosso alvo. Pensemos em Seus atributos maravilhosos,  em tudo que Ele é e em tudo que já fez por nós. Vamos seguir seus passos pedindo Sua orientação. E quando precisarmos, peçamos para Ele limpar nossos olhos.

Hoje não o contemplamos perfeitamente, só como espelho, pois nossa natureza pecaminosa não nos permite. Haverá um dia, e não está longe, que seremos transformados e iremos para a Glória. Os sinais nos avisam: JESUS ESTÁ VOLTANDO. Que ponhamos nossos olhos em Deus e nos entreguemos  completamente à Visão dEle para nós. Não há ninguém tão lindo quanto Ele para onde podemos olhar.

Por Luiz Pereira

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário